quarta-feira, 26 de outubro de 2016

O Go Code Blocks chega a Torres (RS) proporcionando o aprendizado da linguagem de programação a alunos do Ensino Médio de escolas públicas

O projeto Go Code Blocks Torres, realizado pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho (FMSS) e ULBRA Campus Torres, acaba de selecionar 21 alunos, entre 80 inscritos, para o curso, que ocorrerá pela primeira vez na cidade. O Go Code Blocks é um curso de introdução à lógica e à linguagem de programação para jovens do Ensino Médio da rede pública.

Os inscritos passaram pelas etapas de prova online e entrevista para figurar entre os 20 escolhidos que irão participar de aulas de programação e lógica durante um mês, três vezes por semana, todas as terças, quartas e quintas-feiras. A seleção foi realizada por voluntários da instituição ULBRA Campus Torres.

O curso é uma versão compacta, com um mês de duração, inspirada na metodologia do projeto Go Code que é realizado pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho e Grupo RBS em Porto Alegre há três anos. Todos os professores são voluntários da ULBRA  Campus Torres e de empresas parceiras.

“Sabemos que, além de estarem diante de um mercado de trabalho em ampla expansão, as pessoas que possuírem conhecimentos de programação e o pensamento computacional poderão se destacar, também,  em outras áreas. O Go Code Blocks Torres oferece uma grande oportunidade de aprendizado na área de tecnologia para os jovens do ensino médio.  O curso irá ampliar horizontes e poderá servir como o início de uma trajetória profissional de muito sucesso“, destaca Adriana Bueno Silva, coordenadora dos cursos de Computação da ULBRA Campus Torres.

O objetivo do projeto Go Code é estimular o pensamento computacional, para que os jovens enxerguem o conhecimento da tecnologia digital como ferramenta básica para todas as profissões.

“É importante dar acesso a esse conhecimento para estudantes da rede pública, já que essa é a linguagem que abre as portas do futuro. Estamos felizes por disseminar esse projeto em mais uma região do Estado” afirma a gerente executiva da FMSS, Lucia Ritzel.

Foram selecionados alunos de cinco escolas em três cidades diferentes: Arroio do Sal, Dom Pedro de Alcântara e Torres. O Go Code Blocks Torres inicia no dia 1º de novembro e tem seu término marcado para o dia 2 de dezembro. As aulas ocorrerão na ULBRA Campus Torres, com uma carga horária total de 50h, trazendo os seguintes conteúdos: introdução à lógica e à linguagem de programação; introdução ao desenvolvimento de aplicativos para smartphones e tablets com sistema operacional Android; tendências de mercado e empreendedorismo em Tecnologia da Informação.
Conheça os selecionados em:http://www.fmss.org.br/novidade/fmss-divulga-lista-de-selecionados-para-curso-go-code-blocks-torres/

terça-feira, 25 de outubro de 2016

WordKik

Sabemos que a Internet é uma grande fonte de entretenimento e conhecimento, atualmente, indispensável na vida das pessoas.Nossas crianças estão crescendo em uma Era totalmente dominada pela tecnologia, e isso é ótimo! A tecnologia nos ajuda a resolver problemas, nos comunicarmos, nos divertirmos e a aprender, mas como qualquer outra coisa, quando consumida em excesso pode fazer mal.
Porém, também existem riscos que às crianças como a pedofilia, altamente preocupante; a pornografia e os crimes virtuais. As crianças não são como os adultos, que no geral sabem as consequências das atitudes. Elas são inocentes e em muitas vezes não sabem distinguir o certo do errado.
Outros problemas referente ao uso demasiado de tecnologia por crianças é o vício em tecnologia mais especificamente telefones celulares e tablets.
Em se tratando de crianças, esse perigo é ainda maior e é por isso que os pais devem sempre estar atentos ao tempo em que seus filhos passam no celular. Além dos perigos já conhecidos como a pedofilia e a pornografia infantil,  a falta de socialização devido ao uso abusivo do celular pode afetar seriamente o desenvolvimento da criança, acarretando problemas sérios.

Esse problema foi motivador para que o Egresso do Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Carlos Côrrea desenvolvesse uma solução o WordKik.

Utilizando WordKik, os pais podem controlar remotamente o telefone dos seus filhos, configurando limites de uso para aplicativos ou bloqueando todo o dispositivo para que a criança não se distraia na hora de fazer a lição de casa, jantar ou até mesmo na hora de dormir. Além disso, os pais podem também acessar um relatório de uso e saber por quanto tempo seus filhos estão usando o celular e quais aplicativos estão sendo usados em excesso.
Quer saber mais sobre WordKik? Acesse:

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Aluno da Ulbra Torres na Final do Innovation Challenge


Instigar o espírito empreendedor e o interesse de jovens latino-americanos na área tecnológica. Estes foram os principais objetivos do programa LatinCode Week desenvolvido pela Junior Achievement e a SAP Latin America. No Rio Grande do Sul, a iniciativa foi aplicada nos dias 5, 6, 7 e 8 de outubro, na sede da SAP Labs, na Unisinos, em São Leopoldo. Na ocasião, os jovens participaram de oficinas digitais e treinamentos presenciais moderados por voluntários das duas entidades, com foco em habilidades para a vida, negócios e técnicas, entre eles estava o Aluno de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (STADS) da Ulbra, Péterson Cardoso.

O objetivo do projeto foi levar a educação empreendedora para alunos universitários, utilizando a linguagem do design thinking e a prototipação. A iniciativa tem como meta formar 400 jovens entre 18 e 24 anos, que participarão de um projeto-piloto envolvendo Brasil, Argentina, Colômbia e México. Buscando desenvolver em cada país grupos de trabalho para criar um aplicativo para auxiliar a comunidade onde os integrantes vivem.

No Rio Grande do Sul, a equipe vencedora foi a “Tipp". Em segundo lugar ficou a "Cash Hunter". A equipe é formada pelo graduando de Ciências da Computação da Unisinos, Adilson Erbes Pereira; pelo estudante de Engenharia Ambiental da Unisinos, Matheus Pielechovski Ferro; pelo aluno de Comunicação Digital da Unisinos, Fabrício Barili; pelo graduando do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (STADS) da Ulbra, Péterson Cardoso; e pela estudante de Arquitetura e Urbanismo da Unisinos, Kássia Scharlau.
O prototipo elaborado pela equipe é o aplicativo "Cash Hunter”, que é um jogo que propõe uma forma de reeducação financeiras de adolescentes.


Para Peterson, participar do evento foi "Uma experiência incrível de trabalhar com pessoas de áreas diferentes” . A final do evento ocorre dia 20/10 em Porto Alegre.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

19 DE OUTUBRO – DIA DO PROFISSIONAL DE TI

Dia do Profissional de TI é celebrado anualmente em 19 de outubro.
Também conhecido como Dia do Profissional de Informática, esta data homenageia as pessoas que se dedicam a estudar as tecnologias da informação, uma área essencial para desenvolvimento constante da sociedade.
O Dia do Profissional de Informática não é estabelecido por lei, mas é informalmente reconhecido entre os profissionais ligados à área.
Os profissionais de informática também celebram o Dia da Informática, em 15 de agosto, em homenagem ao surgimento do primeiro computador digital produzido em larga escala.

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Selecionados do GOCODE para a entrevista.

Já achou o seu nome na lista dos selecionados para a entrevista do Go Code Blocks Torres? 

Curso de Análise e desenvolvimento de ULBRA Torres no The Developer's Conference

O The Developer's Conference é um dos maiores eventos de TI no Brasil, o evento é focado a profissionais que atuam na área de análise e desenvolvimento de software. O evento ocorre em Florianópolis, São Paulo e Porto Alegre.
O TDC, como é conhecido, aborda as maiores tendências em tecnologia no desenvolvimento de sistemas e proporciona um ótimo ambiente para desenvolver o networking. No evento, empresas de tecnologia “caçam“ talentos para empregar em suas empresas, visto o tamanho déficit de mão de obra na área de TI.

O Curso de Análise e desenvolvimento de Sistemas da ULBRA se fez presente com a participação de vinte e três alunos e cinco professores.
O evento que se propõe a divulgar tecnologias, boas praticas e inovação, o mesmo distribui os assuntos em mais de 40 temáticas. Na edição de Porto Alegre que ocorreu entre os dias 5 e 8 de outubro. Nessa edição o professor Ramon Lummertz coordenou uma das trilhas do evento, a trilha EDUCATION na qual foram apresentadas iniciativas de inovação no processo de ensino e formação de alunos dos cursos de tecnologias e como as empresas podem ajudar nesse processo de aprendizagem.


O também professor da ULBRA, Vinicius Magnus, palestrou no evento relatando as atividades de extensão da ULBRA TORRES. O professor relatou suas observações sobre a importância do desenvolvimento da lógica e do pensamento computacional por meio do ensino de programação para a formação de crianças e as implicações disso no futuro delas.

terça-feira, 11 de outubro de 2016

A primeira programadora da história

A participação de mulheres na área de tecnologia ainda é tímida no mundo. Entre os motivos apontados por pesquisas na área, está o preconceito daqueles que já estão na área. Mas um dado que pode ajudar a quebrar os estereótipos é que um dos primeiros programadores da história foi, na verdade, uma programadora.

Nessa semana, mais precisamente no dia 13 de outubro é internacionalmente conhecido como "Ada Lovelace Day". Em 1842, Ada Lovelace se tornou a primeira programadora da história ao acrescentar algoritmos para funcionamento de uma máquina mecânica. A programadora nasceu em 10 de dezembro de 1815.
A máquina de Charles Babbage (acima) recebeu o primeiro algoritmo da história, escrito por Ada
Em homenagem à primeira programadora da história, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos chegou a batizar uma linguagem de programação de alto nível com o título de ADA, em meados da década de 70. Essa linguagem pode ser utilizada para softwares de aviação, por exemplo.
Incentivada pela mãe, Ada estudou matemática e lógica. Ela colaborou profissionalmente com Charles Babbage no projeto Máquina Analítica, o primeiro computador mecânico.
A Ada criava algoritmos para serem processadas pela máquina, o que muitos consideram ser o primeiro software, ou o primeiro programa de computador. Ela escreveu várias notas sobre a máquina análitica e refletia sobre como o indivíduo e a sociedade se relacionariam com a tecnologia de forma colaborativa
Se hoje vivemos cercados de tecnologia por todos os lados, devemos um pouco a ela. Ada morreu muito jovem, aos 36 anos, mas estará para sempre na nossa galeria de mulheres inspiradoras.

12 de outubro, Dia das Crianças!


ULBRA Torres desenvolve projeto em parceira com escola


Os cursos de Pedagogia e Análise e Desenvolvimento de Sistemas da ULBRA Torres iniciaram um projeto em parceria com a Escola Sagrada Família, de Morrinhos do SuL. O projeto prevê a informatização e revitalização da Biblioteca da escola.
Os cursos de graduação estão realizando a catalogação do livros e registro de empréstimos para a comunidade. Para isto, o estudante Gabriel Dewes, acadêmico do terceiro semestre do CST Análise e Desenvolvimento de Sistemas, desenvolveu uma solução com base nas necessidades da escola.
O projeto conta com o aluno Gabriel Dewes, as estudantes de Pedagogia Carolaine Corrêa, Carolini Behenck e Cristiani Cardoso, e orientação dos professores Ramon Lummertz, do CST Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e da professora Neiva Cagliare, do curso de Pedagogia.

Go Code Blocks Torres será direcionado a alunos do Ensino Médio

O Go Code acaba de ganhar uma edição inédita na cidade de Torres, no RS. Direcionado a jovens da rede pública de ensino que se interessem por introdução à lógica e à linguagem de programação, o curso Go Code Blocks Torres será lançado no dia 15 de setembro. O curso é realizado pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho (FMSS) e pela ULBRA Campus Torres.
O Go Code Blocksbusca capacitar jovens do ensino médio da rede pública de ensino em lógica, através do uso de uma interface gráfica baseada em blocos que representam os elementos lógicos da programação de forma fácil e intuitiva para criar aplicativos Android, despertando o interesse dos alunos em ter uma carreira profissional na área e tecnologia da informação.
O nova edição do curso em Torres é um pocket, reduzida da metodologia do projeto Go Code realizado em Porto Alegre há três anos, e que já acontece em Passo Fundo. Os alunos terão, ao todo, um mês de aulas em três encontros por semana, iniciando no dia 1º de novembro com término em 2 de dezembro. As aulas ocorrerão na ULBRA Campus Torres, com uma carga horária total de 50 horas.
Go Code Blocks abordará os conteúdos de introdução à lógica e à linguagem de programação; introdução ao desenvolvimento de aplicativos para smartphones e tablets com sistema operacional Android; tendências de mercado e empreendedorismo em Tecnologia da Informação. Ao final do curso, os alunos desenvolverão um aplicativo de celular, em duplas.
"O projeto Go Code Blocks Torres vai oportunizar uma experiência incrível aos jovens do ensino médio da região. Entendemos que a lógica de programação, empreendedorismo e noções sobre mercado de trabalho irão abrir novos horizontes e oportunidades de carreiras, não somente na área de Tecnologia da Informação, mas em todas as áreas.  Estar engajado neste projeto nos encanta e nos faz sentir a sensação de dever cumprido, contribuindo e compartilhando o conhecimento que temos para transformar a realidade desta região através da tecnologia", destaca Adriana Bueno Silva, coordenadora dos cursos de Computação da ULBRA Campus Torres.
As inscrições, acompanhadas de uma prova online de lógica, devem ser realizadas pelo sitehttp://www.fmss.org.br/gocode/turma/torres/ até o dia 11 de outubro. Os jovens que acertarem a maior quantidade de questões serão convocados a entrevistas presenciais. Podem se inscrever estudantes de escolas públicas que estejam cursando o ensino médio nas cidades de Torres, Arroio do Sal, Dom Pedro de Alcântara, Morrinhos do Sul, Três Cachoeiras, Passo de Torres, Praia Grande e São João do Sul. Todos os professores do Go Code Blocks Torres são voluntários da ULBRA Torres e de empresas parceiras.
O curso Go Code Blocks Torres tem o apoio da Osmar Pinto Imóveis, Reitech Tecnologia, Casa São Paulo Magazine, Portal Torres Hotéis, Rede de Óticas Mercadão dos óculos, Torres Seguros e InfoWorld Tecnologia e Informática.
Serviço
O quê: Lançamento do Go Code Blocks Torres
Quando: 15/09 (quinta-feira)
Dúvidas falar com: Julia Froeder (Ramal: 6024) - julia.froeder@fmss.org.br